CONVITE -A 13ª edição da Oração Extraordinária de todas as Igrejas pela Reconciliação, Unidade e Paz terá lugar no dia 19 de Junho de 2016, às 18h, da Terra Santa, junto do Exarcado Patriarcal Maronita de Jerusalém coincidindo com a Celebração do Pentecoste segundo o calendário juliano seguido por numerosas Igrejas Orientais.

A Oração Extraordinária do dia 19 de Junho de 2016, será acolhida e organizada ela Igreja Maronita, uma Igreja oriental de rito siríaco, em total ligação com a Igreja Católica Romana. Será presidida por Sua Eminência Moussa El-Hague, Arcebispo Maronita do Arcebispado de Haifa e da Terra Santa e Exarca de Jerusalém, da Palestina e da Jordânia.

Desde 2010, que todas as Igrejas de Jerusalém apelam continuamente aos cristãos do mundo inteiro e a todas as pessoas de boa vontade para participarem numa grande oração de intercessão pelos dias de hoje. Organizam, alternadamente a oração e todas participam nas orações organizadas pelas outras Igrejas. Em Jerusalém, as igrejas são próximas umas de uma forma única, todas presentes nos Lugares Santos. A Oração Extraordinária de todas as Igrejas pela Reconciliação, Unidade e Paz, começando em Jerusalém, fundamenta-se na fé da Igreja de Jerusalém, na sua vocação de ser e de continuar a ser um ponto de partida da Igreja e sobretudo pela sua plena comunhão com o grande carisma do primeiro Pentecostes e também pela sua comum presença nos Lugares Santos onde se alcançou a Salvação da Humanidade.

Neste momento de terríveis provações para tantas pessoas e para os Cristãos de todo o mundo, mas muito particularmente para os Cristãos do Médio Oriente, berço do Cristianismo, a oração do dia 19 de Junho de 2016 pretende ser uma solene invocação à Misericórdia de Deus pela vinda do Espírito Santo que faz tudo novo e renova todos os corações. A Oração seguirá o rito da celebração do Pentecostes, com a invocação da descida do Espírito Santo para renovar todas as pessoas e todas as coisas.

A celebração prevê uma procissão com a presença de todos os chefes das Igrejas de Jerusalém ou seus representantes no terraço do Exarcado Patriarcal, em pleno coração da Cidade Antiga e que tem uma vista magnífica sobre a Cidade Santa e especialmente sobre a Basílica do Santo Sepulcro ou Basílica da Ressurreição (Anastasis), contruída no local exacto em que Cristo morreu na cruz e ressuscitou. Do terraço será dada uma última bênção sobre todos os participantes. Pequenos frascos com água (símbolo do Espírito Santos) serão benzidas e distribuídos em sinal da força dada pelo Espírito Santo para estes tempos difíceis.

Como para as precedentes Orações Extraordinárias, todas as Igrejas de Jerusalém e todas as Comunidades Cristãs, sobretudo os seus pastores, são pessoalmente convidados a participarem na celebração. Para que as pessoas de todo o mundo se possam juntar numa comunhão espiritual à oração de Jerusalém, esta será transmitida em directo ou em diferido por todas as estações cristãs de televisão do Médio Oriente, da Europa e América do Norte e Sul, eventualmente também na Ásia e na Austrália, em seis línguas. Um documentário sobre a Igreja Maronita, anfitriã da Oração, será transmitido a seguir à Celebração.

A transmissão da Oração Extraordinária é coproduzida em apoio às Igrejas e comunidades de Jerusalém pela Associação para a Promoção da iniciativa da Oração Extraordinária (APEPI) e pelo Christian Media Center (CMV) de Jerusalém estes mesmos apoiadas por estações de televisão especialmente comprometidas como Canção Nova, Noursat-Télélumière e Maria Vision.

Fonte: prayrup.info  

image_print
Designed and Powered by YH Design Studios - www.yh-designstudios.com © 2017 All Rights Reserved
X