ORDEM DO SANTO SEPULCRO – Thomas McKierman, que preside à Comissão Terra Santa do Grande Magistério, apresenta, num artigo publicado em Agosto de 2016, no novo website da Ordem de Cavalaria do Santo Sepulcro, os projectos em cursos e os a realizar para além da ajuda mensal dada pela Ordem a todas as instituições do Patriarcado Latino de Jerusalém (paróquias, escolas, estabelecimentos de saúde, centros de comunicação…).

 

Um liceu em Israel

Trata-se de um projecto em três fases, iniciado em 2015

Um projecto iniciado em 2013 situado em Jaffa, na Nazaré em Israel. Conta com cerca de 14 000 habitantes, todos árabes, 10.200 são muçulmanos e 3.800 são cristãos, ou seja 70% da população é muçulmana e 30% cristã. Trata-se de um projecto em 3 fases, para reabilitar a escola para se incluir um liceu com uma sala de informática, um laboratório científico uma sala de desporto coberta. Para atingir este fim, é necessário deslocar a casa das irmãs e mudar a residência do padre para o novo edifício da escola infantil. Este será o segundo liceu que patrocinamos em Israel, tendo sido o primeiro o de Rameh, há cerca de três anos.

A primeira fase levou muito tempo pelas imensas e custosas licenças exigidas pelo governo israelita. A maioria destas licenças foram obtidas e alguns trabalhos começaram. O custo da primeira fase está avaliado em 1.281.000dólares. O ritmo dos obras abrandou, mas os trabalhos continuam.

 

Uma igreja na Jordânia

Uma realização comum aos paroquianos e à Ordem.

Um outro projecto levado a cabo em 2015 é o de uma pequena igreja e de uma sala polivalente em Marj Alhamam, na Jordânia, uma região com cerca de 30.000 habitantes. Têm, com certeza, na lembrança o meu relatório do final do ano passado em como a paróquia conta com cerca de 300 famílias, 1.500 paroquianos, mas que a população cristã da região é de cerca de 4.000 pessoas e a igreja e a sala estão aberta a todos. Actualmente temos somente uma pequena capela. Muitos dos primeiros trabalhos foram pagos, em conjunto pelos paroquianos e pela Ordem. O custo do projecto é de 495.000 dólares. Será uma bela igreja.

 

O Centro Nossa Senhora da Paz em Amã.

Um espaço de troca e de partilha para a Igreja da Jordânia.

Teve início igualmente em 2015 o projecto do centro de Conferências Nossa-Senhora da Paz, perto de Amã, na Jordânia. O Centro Nossa Senhora da Paz, aberto em 2004, especializado em cuidados para famílias que tenham a seu cargo pessoas com capacidades físicas e sociais muito limitadas. No momento em que a Jordânia é o lugar mais estável do Médio Oriente, o Centro Nossa Senhora da Paz tornou-se um local muito requisitado para conferências e encontros nomeadamente retiros de padres, escuteiros, igreja e grupos cívicos. Existia uma estrutura bastante completa que estamos a transformar em centro de conferências. O custo está estimado em 141.000 dólares.

 

Uma creche para os filhos dos trabalhadores estrangeiros em Israel.

Uma colaboração da Ordem com o Vigariato para os católicos de expressão hebraica

O Vigariato para os católicos de expressão hebraica fez-nos saber que os migrantes e refugiados tinham de ter um lugar para deixarem os seus filhos pequenos enquanto iam trabalhar para ganharem o modesto sustento das suas famílias. Muitas vezes 40 ou 50 crianças ficavam amontoados em divisões sem janelas ou com as luzes apagadas (para os manter a dormir) vigiados por um trabalhador não qualificado. Morrem por mês duas a três crianças. Graças à intervenção da nossa Ordem, a benfeitores privados e à energia do Padre David Neuhaus, Vigário Patriarcal, e a um importante legado nos Estados Unidos esta terrível situação está a ser corrigida. A Comissão da Terra Santa teve conhecimento de uma situação da qual todos nós nos deveríamos envergonhar e, hoje, podemos estar orgulhosos face a uma situação muito melhorada. Este é só um exemplo da forma como a Comissão da Terra Santa alargou o seu mandato para lá das visitas e da construção de projectos.

 

Aumento do salário dos docentes    

Uma urgência para salvaguardar a qualidade do ensino nas escolas católicas.

Os quadros superiores do Patriarcado insistiram para que os ajudássemos a subir os salários dos professores da Palestina e Jordânia. Durante a nossa precedente visitas a estes lugares, Mons. Maroun Laham, Vigário Patriarcal na Jordânia falou-nos da sua pena de ver partir os bons professores em razão dos baixos salários nas nossas escolas. Um aumento salarial escalonado por 5 anos foi proposto pelo Patriarcado que aumentaria o salário médio que na Jordânia que ronda os 720$ e na Palestina os 1.060$.

Além dos aumentos salariais, o Patriarcado também propôs alguns projectos para o ano de 2016.

 

Três novos projectos em 2016

Trabalhos em duas escolas e um lar de idosos.

Três projectos para além do aumento de salários foram apresentados o que representará um custo total de 1,5 milhões de dólares americanos.

A escola infantil em Hashimi não está atualmente de acordo com a lei jordana: as escolas devem estar instaladas num rés-do-chão para que as crianças não possam cair nos degraus. Caso contrário a escola será fechada. A escola de Tia’el Ali tem de ter um pátio de recreio maior. O custo estimado destes dois projectos é de 911.000$.

O último pedido é o de completar as despesas correntes do Lar de Taybeh, na Cisjordânia. O Patriarcado propõe dar um complemento financeiro a este serviço às actuais despesas de funcionamento anuais assegurados pela Ordem.

 

Fonte: www.oessh.va – artigo publicado a 5 de Agosto de 2016.

image_print
Designed and Powered by YH Design Studios - www.yh-designstudios.com © 2017 All Rights Reserved
X