arالعربية frFrançais itItaliano enEnglish

Nós Patriarcas e Chefes das Igrejas de Jerusalém, unimo-nos para proclamar a uma só voz a triunfal vitória de Nosso Senhor Jesus Cristo Ressuscitado de entre os mortos. A mensagem de Páscoa que primeiro foi anunciada em Jerusalém, e que se propagou através dos séculos, ressoa de novo em Jerusalém, cidade da Ressurreição.

Este ano assistimos ao restauro da Santa Edícula na Basílica do Santo Sepulcro, dois séculos após a colocação das traves de aço que asseguravam a sua estabilidade. A conclusão desta difícil obra é testemunho do apoio recebido dos cinco cantos do mundo para este projecto. Que sejam aqui reconhecidos pelas suas orações e pela sua ajuda.

A Liturgia da inauguração da Santa Edícula restaurada é o testemunho do nosso espírito ecuménico e marcou a celebração da nossa unidade em Cristo. Estamos juntos, num só corpo e numa só voz à volta do túmulo vazio. Estávamos lá, como cristãos unidos para oferecer a esperança, a perseverança e a determinação em transformar este mundo sob o estandarte de Cristo que venceu o mal pela sua Ressurreição.

A história sagrada de Jerusalém e, em particular, a do Santo Sepulcro é uma constante chamada de atenção ao mundo dizendo que, neste lugar, num determinado momento, a Ressurreição foi proclamada a todos e por todos os tempos. A Ressurreição inspira pedras vivas, os cristãos locais, e a perseverança que faz deles testemunhas vivas da Terra Santa.

Esta é a nossa oração: que a esperança estabelecida pelo Nosso Senhor ressuscitado ilumine os líderes das nações do mundo inteiro. Que eles vejam esta luz e se apercebam das novas oportunidades para trabalhar para o bem comum e para que reconheçam que todos os seres foram criados iguais diante de Deus. Esta luz de Cristo conduz toda a família humana para a justiça, a reconciliação e a paz que é preciso procurar sem descanso. Ela leva-nos a estarmos unidos e a vivermos em harmonia uns com os outros. O poder e o eco da Ressurreição chegam a todo o sofrimento, injustiça e alienação para levar a esperança, a luz e a vida a todos.

Pela Ressurreição e pelo Túmulo vazio, devemo-nos lembrar que a dor, o sofrimento e a morte não têm a última palavra, mas que Deus é Aquele que tem a primeira e a última palavra. Lembremo-nos da mensagem do Anjo no dia de Páscoa, ao desafiar os primeiros discípulos – homens e mulheres – “Porque estais procurando entre os mortos aquele que está vivo? Ele não está aqui. Ele ressuscitou!”

Cristo ressuscitou! Está ressuscitado! Aleluia!

(Páscoa de 2017)

+ Patriarca Teófilo III, Patriarca Grego-Ortodoxo.

+ Patriarca Norhan Manougian, Patriarca da Igreja ApostólicaArménia Ortodoxa.

+ Mons. Pierbattista Pizzaballa, Administrador Apostólico do Patriarcado Latino.

+Padre Francesco Patton ofm, Custódio da Terra Santa.

+Mons. Anba Antonius, Patriarca Copta Ortodoxo de Jerusalém

+ Mons. Swerius Malki Mourad, Patriarca Sírio Etíope

+ Mons. Joseph-Jules Zerey, Patriarca Melequita

+ Arvebispo Mosa El -Hage, Exarca Maronita

+ Mons. Souheil Dawani, Igreja Episcopal de Jerusalém e do Médio Oriente

+ Mons. Munib Younan, Igreja Evangélica Luterana da Jordânia e Terra Santa.

+ Mons. Pierre Malqui, Exarca Sírio Católico

+ Mons. Georges Dankaye, Exarca Arménio Católico.

Fotografias Bertold Werner

image_print
Designed and Powered by YH Design Studios - www.yh-designstudios.com © 2017 All Rights Reserved
X